A leitura de Rorty da Reflexão Moral de Freud: uma avaliação

Vincenzo Di Matteo

Resumo


Resumo:

Neste artigo, pretendo sondar se e até que ponto a interpretação de Rorty das implicações éticomorais da psicanálise freudiana é pertinente, tendo presentes os vários discursos éticos de Freud. Ao mesmo tempo, procuro explicitar em que sentido a redescrição neopragmática do fenômeno moral não viria apenas enriquecer nosso vocabulário moral, mas - com isso - possibilitar uma ampliação de nós mesmos e tornar “nossas esperanças e desejos mais ricos e mais plenos”. Num primeiro momento, procuro reconstruir a argumentação rortyana para legitimar a relevância do pensamento freudiano e suas implicações para a reflexão moral. Em seguida, teço algumas considerações me posicionando criticamente diante dessa releitura.

Palavras-chave: Rorty. Pragmatismo. Psicanálise. Ética.


Abstract:

In this article I intend to probe if and until what point the interpretation of Rorty on the ethical-moral implications of the freudian psychoanalysis is pertinent based on the several ethical speeches of Freud. At the same time I attempt to explicit in what sense the neopragmatic redescription of the moral phenomenon would not only come to enrich our moral vocabulary but, by that, to make possible an enrichment of ourselves and turn "our hopes and desires richer and fulfilled". At the first moment I aim to reconstruct the rortyan argument to legitimize the relevance of the freudian thought and its implications on the moral reflection. Later on I'll make some regards putting myself on a critic position about this rereading.


Keywords: Rorty. Pragmatism. Psychoanalysis. Ethics.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.