O feminino e o masculino que habitam o mesmo universo: pinturas de Frida Kahlo

Maria José Pereira Rocha

Resumo


O principal propósito deste artigo é analisar como é possível articular gênero, pintura e pragmatismo. Nessa medida, o texto opta por uma reflexão singular elaborada na ótica do pragmatismo como teoria ad hoc, entendida como corrente filosófica que privilegia a conversação. Essa modalidade de reflexão permitirá identificar as marcas da redescrição de Rorty e de gênero na configuração da pintura de Frida Kahlo, que pode revelar uma fusão de figuras sugerindo a coabitação do feminino e do masculino no universo pictorial da artista.


Palavras-chave: gênero. pintura. pragmatismo.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.