A verdade no fim da linha e a urgência democrática: estudos sobre o debate Habermas & Rorty de 2000

Frederico Graniço

Resumo


Resumo:

O presente artigo é uma análise dos principais argumentos decorrentes do fecundo debate entre Jürgen Habermas e Richard Rorty; focalizo nos textos Verdade e universalidade deste, e A Virada Pragmática de Richard Rorty daquele. Tentarei, em dois atos, mostrar a posição de Habermas como incoerente: primeiro por lhe faltar, como aponta Rorty, radicalidade na virada lingüística, em seguida por propor um conceito essencialmente contraditório de verdade.


Abstract:

This article is an analysis of the main arguments arising from the fruitful debate between Jürgen Habermas and Richard Rorty. I focus on texts Verdade e universalidade, of the latest, and A Virada Pragmática de Richard Rorty, of the first. Try, in two acts, show the position of Habermas as incoherent: first because it lacks, as Rorty points out, the radical linguistic turn, then in second, because it proposes an essentially contradictory concept of truth.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.