A possibilidade de políticas de reconhecimento no pensamento de Ronald Dworkin: uma resposta à Nancy Fraser

Henrique Brum

Resumo


Resumo:

Neste artigo procuro, a partir das observações de Nancy Fraser e Iris Young sobre os limites e possibilidades de integração das teorias do reconhecimento às teorias liberais, acoplar uma teoria do reconhecimento nos moldes da de Axel Honneth ao sistema político de Ronald Dworkin. Para tanto, exponho brevemente a teoria da Igualdade deste e seu corolário referente à Liberdade para, então, usar uma brecha deixada por um dispositivo teórico (o Princípio da Independência) de modo a permitir e endossar políticas de reconhecimento. Argumento que essa abordagem possui a clara vantagem de ligar deontologicamente o reconhecimento à Igualdade, fazendo do mesmo uma questão de Justiça. Por fim, tento responder a quatro objeções que poderiam ser feitas a tal intento e às teorias que o baseiam.

Palavras-chave: Dworkin. Fraser. Honneth. Igualdade. Reconhecimento.

Abstract:

In this paper I intend, from the observations of Nancy Fraser and Iris Young concerning the limits and possibilities of integrating recognition theories to liberal ones, to connect a theory of recognition like Axel Honneth's one to Ronald Dworkin political system. For so, I expose briefly the latter's Equality theory and then I use a gap left by a theoretical device (the Independence Principle) in order to allow and endorse recognition policies. I argue that this approach has a clear advantage in deontologicaly linking recognition to Equality, making from the former an issue of Justice. To conclude, I try to respond four objection that might be made against this intent and against the theories that base it.

Keywords: Dworkin. Fraser. Honneth. Equality. Recognition.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.