A redescrição rortyana e a questão da intrinsecalidade

Edinalva Melo Fontenele

Resumo


Resumo:

Este artigo pretende indicar como a perspectiva da redescrição, proposta por Richard Rorty, descarta a existência de propriedades intrínsecas e considera que a filosofia tradicional, ocupada em apontar essas propriedades e em alcançar princípios universais e verdades absolutas, deve ser substituída por práticas de narrativas diversas. Em seu percurso discursivo, Rorty encontra reiterações de sua proposta no ataque incisivo que o filósofo Daniel Dennett faz ao cartesianismo e a todas as formas obsoletas de dualismo, através da naturalização da consciência e da substituição da intrinsecalidade pelo ponto de vista estratégico da intencionalidade.

Palavras-chave: Daniel Dennett. intrinsecalidade. redescrição. Richard Rorty.

Abstract:

This article intends to introduce how the redescription perspective, proposed by Richard Rorty, rejects the existence of intrinsic proprieties and considers that traditional philosophy, dealing with this proprieties and reaching for universal principles, must be replaced by several narrative practices. During his discursive route, Richard Rorty finds reiterations of his proposals in the keen attack on cartesianism and on all obsolete forms of dualism made by the philosopher Daniel Dennet, through the naturalization of consciousness and the replacement of intrinsicality for the strategic view of intencionality.

Keywords: Daniel Dennett. intrinsicality. redescription. Richard Rorty.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.