Pragmatismo: uma filosofia da ação

Edna Maria Magalhães do Nascimento

Resumo


Resumo:

O presente artigo discute a contribuição dos filósofos americanos William James, Charles Sanders Peirce e John Dewey acerca da constituição de uma filosofia da ação: o pragmatismo. O estudo apresenta a cena filosófica de surgimento do pragmatismo, um estudo do conceito de pragmatismo e realiza uma caracterização dos chamados pragmatistas clássicos, especialmente, o debate que eles promovem com as vertentes racionalistas e idealistas. A finalidade é a apresentação do pragmatismo como alternativa às querelas filosóficas intermináveis que não contribuem para a efetiva ação do pensamento sobre o mundo. Deste modo, aponta-se uma alternativa para pensar uma educação de base pragmatista.

Palavras-chave: Pragmatismo. experiência. ação. educação.

Abstract:

This article discusses the contribution of American philosophers William James, Charles Sanders Peirce and John Dewey about the creation of a philosophy of action: pragmatism. The study presents the philosophical stage for the emergence of pragmatism, a study of the concept of pragmatism and a characterization of so-called classical pragmatists, especially, they promote the discussion with the rationalistic and idealistic aspects. The purpose is the presentation of pragmatism as an alternative to endless philosophical disputes that do not contribute to the effective action of thought about the world. Thus, it points to consider an alternative to a basic education pragmatist.

Keywords: Pragmatism. experience. action. education.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.