O bravo e o notável: heroísmo, nivelamento existencial e a superação do herói

Fábio François

Resumo


Resumo:

Este é um exercício preparatório para uma reflexão sobre o tema do niilismo na contemporaneidade a partir do enredo da história em quadrinhos Watchmen, de Alan Moore e Dave Gibbons. Com base numa aplicação livre da hermenêutica existencial proposta por Martin Heidegger, considera-se a estrutura cultural do herói em sua função instauradora de horizontes compartilhados de compreensão ontológica, a qual se daria segundo uma dinâmica reiterável de contraposição ao perigo de desvanecimento destes horizontes. Ao fim, propõe-se que o esgotamento deste potencial instaurador encontra uma de suas expressões no gênero narrativo dos super-heróis.

Palavras-chave: Watchmen. Heidegger. Niilismo.


Abstract:

This is a preparatory exercise for a reflection on the theme of nihilism in contemporaneity in the comic book storyline of Watchmen by Alan Moore and Dave Gibbons. Based on a free application of existential hermeneutics proposed by Martin Heidegger, it is considered the cultural structure of the hero in his building function of shared horizons of ontological understanding, which would happen according to a repeatable dynamic of opposition to the danger of fading of these horizons. Finally, it is proposed that the depletion of this building potential finds one of its expressions in a narrative genre of superheroes.

Key-words: Watchmen. Heidegger. Niilism.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.