Histórico do periódico

A Revista Diadorim foi criada em 2006. A escolha do nome da publicação deveria contemplar as duas áreas de atuação do Programa: língua e literatura, unindo, de forma harmoniosa, duas vertentes que buscam caminhos idênticos e, ao mesmo tempo, distintos para se tornarem originais: língua que, nas mãos dos literatos, é tão bem urdida; literatura que necessita de uma língua forte e consolidada para se realizar plenamente” (Flávia Vieira). A opção pelo nome da fascinante personagem de Guimarães Rosa (Diadorim) foi oportuna, uma vez que o ficcionista se empenhou em unir língua e literatura, essência do Programa de Pós-Graduação em Letras Vernáculas: a pesquisa em língua e literaturas de língua portuguesa no Brasil, na Europa e na África.

Desde sua criação, foram lançados dois números por ano dedicados a temáticas bastante variadas que contemplam as diversas áreas de pesquisa desenvolvidas pelo corpo docente da Revista, pelos cientistas e acadêmicos do programa de pós-graduação em que a revista foi idealizada.  Os editores/organizadores de cada número são os especialistas das temáticas propostas. Em 2012, Diadorim: revista de estudos linguísticos e literários passa a ser uma revista online, o que viabiliza, com maior facilidade, o acesso aos artigos selecionados que foram produzidos por pesquisadores do Brasil e do exterior.