Um olhar etnográfico sobre um novo lugar/espaço de recepção da telenovela brasileira no transporte público na cidade de São Paulo

Neide Maria de Arruda, Francisco Leite

Resumo


Este trabalho apresenta um recorte dos resultados de uma investigação sobre o processo de recepção da telenovela brasileira exibida por uma nova categoria de mídia digital móvel – a out of home – no transporte público por ônibus da cidade de São Paulo. Neste trabalho, buscou-se identificar os tipos de experiências comunicativa, cultural, estética e social que emergem nesse novo lugar de assistência da teledramaturgia brasileira. Por meio da observação etnográfica, procurou-se conhecer como se dá a relação entre essa mídia digital móvel e suas audiências; salientando que essa nova forma de produção da telenovela (de fato, pós-produção) é exibida de forma condensada, sem áudio e com legenda. Entre outros resultados da pesquisa, verificamos que, nesse novo lugar de recepção, a telenovela é utilizada como “recurso comunicativo”, pois inúmeros passageiros do transporte coletivo compartilham e interagem sobre variados temas que fazem parte do contexto social e que estão inseridos nas novelas, acionando assim dispositivos de comunicação e de reflexão.  


Texto completo:

PDF

Referências


CAIAFA, Janice. Aventura das cidades: ensaios e etnografias. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2007.

CAIAFA, Janice. Jornadas urbanas: exclusão, trabalho e subjetividade nas viagens de ônibus na cidade do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: FGV, 2002.

DAMATTA, Roberto. O que faz o brasil, Brasil? Rio de Janeiro: Rocco,1986.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A. Editora, 2002.

JENKINS, Henry. Cultura da convergência. São Paulo: Aleph, 2009.

JENKINS, Henry. A convergência midiática na visão de Henry Jenkins. Entrevista ao Jornal O Globo, 31. Mai. 2010. Disponível em: http://gpc.andrelemos.info/blog/2009/07/26/a-convergencia-midiatica-na-visao-de-henry-jenkins/. Acesso em: 15. set. 2017.

LOPES, Maria Immacolata V.. A telenovela como recurso comunicativo. MATRIZes. V, Ano 3: 2009a.

LOPES, Maria Immacolata V.. Pesquisa em comunicação. São Paulo: Edições Loyola, 2009b.

LOPES, Maria Immacolata V.. Explorações metodológicas num estudo de recepção de telenovela. Texto apresentado no I Colóquio Brasil-Dinamarca de Ciências da Comunicação. XIX Congresso INTERCOM, Londrina, 1996.

MAGNANI, José Guilherme Cantor. De perto e de dentro: notas para uma etnografia urbana. Rev. bras. Ci. Soc. [online]. 2002, vol.17, n.49, pp.11-29.

MAGNANI, José Guilherme Cantor. Etnografia como prática e experiência – Horizontes Antropológicos. Porto Alegre, ano 15, nº 32, p.129-156, jul./dez.2009.

MARTÍN-BARBERO, Jesús. Dos meios às mediações. Rio de Janeiro, Editora UFRJ, 1997 [2003].

MARTÍN-BARBERO, Jesús. Cidade Virtual: novos cenários da comunicação. Comunicação & Educação, São Paulo, (11), jan/abr.1998.

MARTÍN-BARBERO, Jesús e REY, Germán. Os Exercícios do ver: hegemonia audiovisual e ficção televisiva. São Paulo: Editora Senac, 2004.

MOTTER, Maria de Lourdes. Ficção e Realidade: A Construção do Cotidiano na Telenovela, São Paulo: Alexa Cultural, 2003.

SCOLARI, Carlos. Hipermediaciones: elementos para una teoría de la comunicación digital interactiva. Barcelona: Gedisa, 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.29146/eco-pos.v20i3.12126

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.