Visibilidade Como Estratégia, Estratégias de Visibilidade: Movimentos sociais contemporâneos na internet

Alana Nogueira Volpato, Caroline Kraus Luvizotto, Christiane Delmondes Versuti

Resumo


Em um contexto de íntima relação entre mídia, política e esfera pública, intensificada pela sociedade midiatizada, movimentos sociais contemporâneos concentram parte de seus esforços em comunicação online para obter visibilidade. Esta pesquisa tem como objetivo compreender com quais objetivos movimentos sociais contemporâneos se comunicam online, a partir do caso do Levante Popular da Juventude, discutindo o espaço ocupado pela visibilidade na formulação de estratégias de comunicação. Para isso, apresenta a análise de duas redes sociais do Levante, o Instagram e o Facebook, além de uma entrevista em profundidade com a responsável pela comunicação nacional do movimento. Conclui que a visibilidade aparece na comunicação do movimento de forma dialética, como objetivo e como estratégia.

Texto completo:

PDF

Referências


ALONSO, Angela. As Teorias dos Movimentos Sociais: um balanço do debate. Lua Nova, n. 76, 2009, p. 49-86.

BOHMAN, J. Expanding dialogue: The internet, the public sphere and the prospects for transnational democracy, Sociological Review, 52(2): 131-55, 2004.

BRAGA, José Luiz. A sociedade enfrenta sua mídia: dispositivos sociais de crítica midiática. São Paulo: Paulus, 2006, p. 21-44.

CASTTELS, Manuel. A galáxia da internet. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.

_____ A era da informação: economia, sociedade e cultura: poder da Identidade. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

_____ Redes de indignação e esperança: movimentos sociais na era da internet. Zahar, 2013.

DALHGREN, P. The Public sphere and the net: Structure, Space and Communication. In: BENNET, W. L.; ENTMAN, R. (Org.). Mediated politics. Cambridge: Cambridge University Press, 2001. p. 33-55.

GOHN, Maria da G. Movimentos sociais na contemporaneidade. Revista Brasileira de Educação, v. 16, n. 47, maio-ago. 2011.

______ O protagonismo da sociedade civil -- movimentos sociais, ONGs e redes solidaÌrias. 2 ed. São Paulo: Cortez, 2008.

GOMES, W. Transformações da política na era da comunicação de massa. São Paulo: Paulus, 2004.

HABERMAS, J. 1997. Direito e democracia: entre facticidade e validade. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro. vols. I e II.

HINDMAN, Matthew. The myth of digital democracy. Princeton: Princeton University Press, 2009.

HENRIQUES, Marcio S. As relações públicas no complexo de administração da visibilidade pública: uma visão política. Anais do XXIX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, Brasília: UnB, 2006.

LEV-ON, Azi; MANIN, Bernard. Happy accidents: Deliberation and online exposure to opposing views. Online Deliberation: Design, Research and Practice, 2009.

LUVIZOTTO, Caroline Kraus. Cidadania, ativismo e participação na internet: experiências brasileiras. Comunicação & Sociedade, Universidade do Minho, v. 30, p. 297-312, 2016.

LUVIZOTTO, Caroline Kraus; et. al. Comunicação e movimentos sociais: a atuação do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação na internet. Revista Organicom, v.14, p.110 - 123, 2017.

MACHADO, Jorge Alberto S. Ativismo em rede e conexões identitárias: novas perspectivas para os movimentos sociais. Sociologias, n. 18, jul./dez. 2007, p. 248-285.

MIANI, Rozinaldo A. Os pressupostos teóricos da comunicação comunitária e sua condição de alternativa política ao monopólio midiático. Intexto, Porto Alegre, UFRGS, v. 2, n. 25, p. 221- 233, dez. 2011.

PERUZZO, C. M. K. Representações dos movimentos populares na mídia e como eles se representam: visibilidade pública e perspectivas cívicas. Conexão -- Comunicação e Cultura, UCS, Caxias do Sul, v. 14, n. 28 jul/dez. 2015, p. 31-49.

SCHERER-WARREN, Ilse. Redes sociales y de movimientos en la sociedad de la información. Nueva Sociedad, Venezuela, n. 196, mar-abr. 2005.

_____ Das mobilizações às redes de movimentos sociais. Sociedade e Estado, Brasília, v. 21, n. 1, p. 109-130, jan/ab 2006.

SHERER-WARREN, Ilse; LUCHMANN, Lígia H. H.. Um panorama dos estudos sobre os movimentos sociais e a participação no Brasil. In: _____ (Orgs). Movimentos sociais e engajamento político: trajetórias e tendências analíticas. Florianópolis: Ed. Da UFSC, 2015.




DOI: https://doi.org/10.29146/eco-pos.v22i1.15992

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.