Feminismo popular na AMB: Uma experiência brasileira

Carmen Silvia Maria da Silva

Resumo


Neste artigo discuto o processo de alinhamento do quadro de referência do movimento feminista e as mudanças no perfil de classe das mulheres que o compõem. Analiso especialmente a experiência da Articulação de Mulheres Brasileiras. O artigo é resultado de uma pesquisa com procedimentos metodológicos baseados em documentos, entrevistas e aplicação de formulário em reunião nacional desta articulação. A AMB é articulação movimentalista nacional, de caráter feminista antissistêmico composta majoritariamente por mulheres negras e de classes populares. Considero que a AMB, pela sua composição de classe e projeto político, coloca em questão a afirmação de que no Brasil predomina o ‘feminismo hegemônico', como é afirmado por setores do feminismo descolonial.

 

In this article we discuss the alignment framework process of the feminist movement and changes in class profile of the women who make up. Analyze, especially, the experience of the Brazilian Women Articulation. The article is the result of research with methodological procedures based on documents, interviews and application form at the national meeting of this joint. AMB is national movimentalista joint, antissistêmico feminist character mostly composed of black women and popular classes. I believe that the AMA by its class composition and political project, calls into question the assertion that Brazil dominates the 'hegemonic feminism', as stated by the de-colonial feminism sectors.


Keywords: Feminism, social movement, working class women, popular feminism


Palavras-chave


feminismo, movimento social, mulheres de classes populares, feminismo popular

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Enfoques - Revista de discentes do PPGSA/IFCS/UFRJ
Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia
Largo de São Francisco, nº 1 - Sala 420 - Rio de Janeiro - RJ - 20051-070