Profissionalização e fragmentação temática: Trajetória de institucionalização das ciências sociais no Brasil

Leonardo Puglia

Resumo


Desde o fim da ditadura, as Ciências Sociais brasileiras vêm passando por um acelerado processo de expansão da produção e fortalecimento institucional que alterou o papel social do profissional da área. Fenômeno que remonta às origens da institucionalização do campo no país, mas acabou acompanhando os desvios da história. Tentativas de interpretação da trajetória das Ciências Sociais brasileiras tornam-se válidas portanto, se quisermos debater soluções para os impasses gerados pelo atual quadro, marcado por tendências de profissionalização, burocratização e fragmentação temática.

 


Professionalization and Thematic Fragmentation: Retracing Social Sciences Institutionalization in Brazil.

Since the end of the military dictatorship, Brazilian Social Sciences have experienced a period of intense institutionalization and increase of production that has changed the social role of the field´s professionals. This process started at the beginning of the institutionalization of this area of knowledge in Brazil and has followed the country´s history. To propose solutions and understand the current scenario (bureaucracy, professionalization and fragmentation), we must take into account the Brazilian Social Sciences' path.

Keywords: Social Sciences; Sociology; Institutionalization; Americanization; Intellectuals.


Palavras-chave


Ciências sociais; Sociologia; Institucionalização; Americanização; Intelectuais

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Enfoques - Revista de discentes do PPGSA/IFCS/UFRJ
Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia
Largo de São Francisco, nº 1 - Sala 420 - Rio de Janeiro - RJ - 20051-070