A formação continuada de professores e sua relevância na promoção da autonomia sociocultural dos aprendizes

Vanessa Mota, Christine Nicolaides

Resumo


Este trabalho tem a finalidade de analisar crenças de professores e graduandos no que concerne ao processo de ensinagem3 de línguas através de suas narrativas sobre suas práticas docentes durante um curso de aperfeiçoamento intitulado PROLEC (Promoção do Letramento Crítico por meio da produção de materiais didáticos), na Faculdade de Letras da UFRJ, durante o ano de 2013, financiado pela FAPERJ. As crenças de professores foram analisadas, em especial, sob dois aspectos: o da autonomia (Freire, 2011) e a do letramento crítico de aprendizes (Cervetti et alli, 2001). Os dados mostram que há um caminho longo a ser percorrido na formação continuada de professores para que aprendizes possam fazer usos de práticas sociais de maneira responsável e ética (Rojo, 2009).

Palavras-chave


ensinagem; autonomia; PROLEC; letramento

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Línguas & Ensino

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.