Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A Mulemba é uma revista do Programa de Pós-Graduação em Letras Vernáculas, da área de Literaturas Portuguesa e Africanas e pauta-se pela intenção de divulgar a produção das Literaturas Africanas de Língua Portuguesa, cujo ensino vem crescendo, principalmente depois que este se tornou obrigatório, em todo território brasileiro, nos diferentes graus de escolaridade do sistema educacional em vigor.

 

Políticas de Seção

Entrevistas

Aceita entrevistas com escritores, professores, críticos e demais atores envolvidos com as Literaturas Africanas de Língua Portuguesa.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Dossiê

Aceita artigos sobre as Literaturas Africanas de Língua Portuguesa, bem como sobre relações dessas literaturas com a de outros países, de acordo com os temas de cada chamada.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Temas Livres

Aceita artigos a qualquer momento sobre as Literaturas Africanas de Língua Portuguesa, bem como sobre relações dessas literaturas com a de outros países, sem estarem vinculados ao tema da edição.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

Aceita resenhas originais de livros publicados nos últimos dois anos, que sejam de interesse para as áreas de Literaturas Africanas de Língua Portuguesa.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Os trabalhos serão submetidos a um conselho editorial composto por especialistas de consagrada competência científica e de incontestável saber nas diferentes áreas de estudo contempladas pela revista. Os textos, sem identificação autoral, serão encaminhados a dois pareceristas, num processo de avaliação duplo-cego. Os pareceristas poderão sugerir alterações de estrutura e de conteúdo. No caso de julgamentos divergentes, o trabalho é enviado a um membro do conselho editorial. Os pareceres serão encaminhados aos autores juntamente com instruções para as alterações sugeridas pelos pareceristas.

Os Editores Responsáveis enviam cada trabalho para dois membros do Conselho Editorial ou consultores "ad hoc", que o examinam e o avaliam, atribuindo-lhe uma nota de 0 a 10. Serão selecionados, para cada número, entre 10 a 12 trabalhos aprovados, usando-se o critério de classificação daqueles cuja média de conceitos for a maior.

 

Periodicidade

A revista tem periodicidade semestral, com publicação de estudos sobre Literaturas Africanas de Língua Portuguesa. A publicação é prevista para junho e dezembro.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

A revista não cobra encargos para submissão, nem para o processamento e publicação dos artigos (APCs).

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...