Neurite óptica isquêmica devida à dose inédita de sildenafila

Péricles Maranhão-Filho, Eduardo Dib, Carlos Eduardo Rocha e Silva, Wilson Reys Santos Filho

Resumo


No presente relato de caso, os autores ressaltam aspectos gerais, neuro-oftalmológicos e psicodinâmicos de um paciente que apresentou neurite óptica isquêmica não arterítica devida ao uso de dose inédita da sildenafila.


Palavras-chave


Neuropatia óptica isquêmica não arterítica; Sildenafila; Abuso de droga.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.