Cenário Brasileiro dos catálogos onlines das bibliotecas universitárias federais

Ingrid Torres Schiessl, Jaqueline Rodrigues, Priscila Rodrigues, Milton Shintaku, Diego José Macedo, Ronnie Fagundes de Brito, Priscila Pavia Castro

Resumo


 Com a mudança do impresso para o digital, tem-se verificado que as bibliotecas universitárias brasileiras estão aderindo ao Movimento de Acesso Aberto (Open Access) por meio da criação de Repositórios Institucionais (RI), Bibliotecas de Teses e Dissertações (BDTD) e outros, com a utilização de ferramentas livres, no que Costa e Moreira (2003) denominam de filosofia aberta. Entretanto, no que se refere aos Catálogos online - OPAC (Online Public Access Catalog) a adoção de software livre ainda requer estudos. Assim, a presente pesquisa levanta a adoção de ferramentas livres para gerenciamento informatizado de catálogos pelas universidades federais brasileiras. Uma pesquisa documental, efetuada nos catálogos disponíveis nos portais da universidades federais, possibilitando apresentar um cenário brasileiro das OPACs nestas universidades. Com isso, revelou-se que das 63 universidades federais brasileiras 57,1% das universidades utilizam softwares com pagamento de licença de uso e que há outras modalidades além de software livre e proprietários para essas ferramentas. Assim, espera-se contribuir com a discussão da adoção de software livre em bibliotecas de instituições de ensino superior públicas, na medida que a adoção de software livre  é orientação no âmbito governamental.


Palavras-chave


Bibliotecas universitárias. Sistema de gestão de bibliotecas. OPAC

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.

ISSN: 2525-7935