Produção e caracterização de uma liga Fe-Ni obtida por processamento coloidal aquoso e reação de estado sólido

Luiz Vieira Eloi Vieira Junior, João Batista Rodrigues Neto, Aloísio Nelmo Klein, Dachamir Hotza, Rodrigo Moreno

Resumo


O processamento coloidal é uma técnica amplamente usada para a produção de componentes cerâmicos. Diversos artigos científicos foram publicados na última década apresentando a possibilidade de se obter suspensões aquosas concentradas estáveis de partículas metálicas a partir do seu controle de pH e uso de dispersantes. Este artigo tem o objetivo de estudar a produção de um aço com microestrutura austenítica usando pós elementares de ferro (Fe) e níquel (Ni) via rota coloidal. Para tanto, foram realizadas medições de potencial zeta entre os pHs 2 e 12 para a composição Fe30Ni em massa. As suspensões aquosas atingiram concentrações de sólidos de até 45% v/v e processadas por colagem de barbotina. Os compactados colados foram caracterizados por densidade (Arquimedes), análise térmica diferencial (ATD) e dilatometria. Após a sinterização aos 900°C e 1100°C/1h, os compactados apresentaram microestrutura com formação de maclas de recozimento, porosidade inferior a 10% em volume e microdureza Vickers aproximada de 160 HV.

Palavras-chave: Reologia, ligas metálicas e colagem de barbotina.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.