Identificação dos mecanismos de sorção em zeólita NaY e sílica gel

Helida Monique Fagnani

Resumo


O estudo do mecanismo de sorção e da influência do pH inicial da solução em materiais sólidos se faz necessário,
pois o simples fato de alterar o valor de pH da solução pode alterar a capacidade de sorção de um adsorvato.
Foi avaliada a sorção dos íons Ca2+ e Mg2+ em três valores de pH dependendo do ponto de carga
zero (pHPCZ) em zeólita NaY ou sílica gel (pH < pHPCZ; pH = pHPCZ; pH > pHPCZ). Foi obtida a cinética de
sorção e ajustados os modelos de pseudo-primeira ordem, pseudo-segunda ordem e difusão intrapartícula dos
íons nos dois materiais de estudo. Na zeólita NaY o valor de pH que obteve maior capacidade de sorção foi o
4,3 (pH < pHPCZ) e o modelo de pseudo-segunda ordem obteve um melhor ajuste aos dados experimentais.
Neste material a quantidade adsorvida é pequena quando comparada à troca iônica. Enquanto, na sílica gel a
maior capacidade de sorção se deu no valor de pH de 6,7 (pH > pHPCZ) e o modelo que melhor se ajustou aos
dados experimentais também foi o de pseudo-segunda ordem, concluindo-se que a adsorção é o principal
mecanismo de sorção.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.