Agregação de valor à resíduo agroindustrial: remoção de fenol utilizando adsorvente preparado a partir de casca de amendoim

Thiago Silva, Celmy Barbosa, Brigida Gama, Graziele Nascimento, Marta Duarte

Resumo


Este trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência do carvão ativado com CO2 (CA) produzido a partir da casca de amendoim como adsorvente para remoção de fenol em solução aquosa (100-300 mg.L-1). A caracterização do CA foi realizada pelos métodos de BET, DRX, TGA, FT-IR e pHpcz, houve a caracterização da casca de amendoim (CS) para fins de comparação. Avaliou-se a influência do pH inicial da solução e a dosagem do adsorvente (D.A.). As condições de trabalho foram definidas com o auxílio de um planejamento fatorial 23 (PF) avaliando a influência das variáveis: D.A., granulometria (G.) e velocidade de agitação (V.A.) sobre o processo adsortivo, tendo como resposta a capacidade adsortiva q (mg.g-1). Com base nos resultados do PF foram realizados estudos cinéticos e de equilíbrio de adsorção. O carvão foi classificado como mesoporoso e predominantemente amorfo. Na TGA foi observada maior estabilidade do material após a ativação. Nos espectros de FT-IR foram identificadas bandas referentes a grupos hidroxilas, carboxílicos e ésteres. O pHpcz foi 10,4 possibilitando a utilização das soluções fenólicas em pH natural da solução. No PF, o maior q foi obtido para o nível 4 g.L-1, G. < 0,090 mm e 300 rpm, condição adotada nos estudos cinéticos e de equilíbrio. A evolução cinética foi rápida até 120 minutos, atingindo o equilíbrio em torno de 480 minutos. O modelo pseudo n ordem foi o que melhor se ajustou aos dados experimentais e foi constatado que o processo é controlado por mais de uma etapa, incluindo difusão intrapartícula. No estudo do equilíbrio os modelos que melhor se ajustaram aos dados experimentais foram os de Fritz-Schlunder e Redlich-Peterson apresentando qmax de 29,01 À 0,96 mg.g-1. Os resultados demonstraram o potencial técnico do carvão em estudo para remoção de fenol presente em solução aquosa

Palavras-chave: ativação física, efluente industrial, resíduo agroindustrial.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.