Análise da eficiência da tinta de base epoxídica na proteção do concreto leve com argila expandida contra o ataque por ácido sulfúrico

Felipe de Souza Abreu, Carmen Couto Ribeiro, Joana Darc Silva Pinto, Danielle Meireles Oliveira, Sidnea Eliane Campos Ribeiro, Ênio José Pazini Figueiredo

Resumo


Este trabalho tem como objetivo realizar uma análise da eficiência da tinta de base epoxídica utilizada como proteção superficial do concreto leve com argila expandida submetido ao ataque por ácido sulfúrico (H2SO4). Ataques ácidos externos podem promover reações expansivas e a degradação acelerada, comprometendo assim a durabilidade das estruturas de concreto leve. Dentre as proteções desenvolvidas, as tintas têm um importante destaque, por possuírem boa aderência à superfície do concreto, serem resistentes ao intemperismo e à fotodegradação, além de apresentar boa estabilidade química. O desempenho da tinta de base epoxídica foi avaliado por meio de inspeção visual e de ensaios de resistência à compressão, absorção de água e perda de massa do concreto antes e após ataque químico. A avaliação por inspeção visual demonstrou que os corpos de prova de concreto leve com proteção superficial epoxídica apresentaram uma diminuição da perda de coesão da pasta causada pelo ataque. Os resultados dos ensaios de absorção de água, de perda de massa e de resistência mecânica demonstraram o bom desempenho da tinta de base epoxídica, impedindo a penetração do agente agressivo nos concretos protegidos. A pesquisa permite concluir que a proteção epoxídica reduz significativamente o impacto causado pelo ácido sulfúrico ao concreto e que pode garantir a durabilidade das estruturas confeccionadas com concretos leves de argila expandida.

Palavras-chave: concreto leve, durabilidade, tinta epoxídica.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.