Avaliação da madeira do híbrido de Eucalyptus grandis × Eucalyptus urophylla para utilização em madeira lamelada colada

Pedro Gutemberg de Alcântara Segundinho, Rafael Gonçalves Espósito de Oliveira, Fabricio Gomes Gonçalves, Nayara Franzini Lopes, Rejane Costa Alves, Macksuel Soares de Azevedo

Resumo


A madeira lamelada colada (MLC) possui inúmeras vantagens, podendo ser utilizada em diversos projetos com diferentes dimensões. O objetivo desta pesquisa foi avaliar as propriedades físicas e mecânicas da madeira do híbrido de E. grandis × E. urophylla visando a produção de elementos de MLC colados com os adesivos resorcinol-formaldeído (RF) e poliuretano de mamona (PUR) separadas em duas classes de densidade. A partir dos ensaios determinou-se a massa específica aparente, o teor de umidade, a retração, o inchamento, a resistência ao cisalhamento da madeira, a resistência ao cisalhamento na linha de cola, a resistência à compressão normal às fibras, o módulo de elasticidade. A partir dos resultados observou-se que a madeira do híbrido de E. grandis × E. urophylla apresentou resultados satisfatórios para ser utilizada na fabricação de elementos de MLC, sobretudo naquelas em que foram utilizadas tábuas de maior densidade aparente (≥ 0,587 g.cm-3) e colados com o adesivo resorcinol-formaldeído (RF).

Palavras-chave: elemento estrutural, resorcinol-formaldeído, poliuretano de mamona. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.