Síntese, caracterização e avaliação das propriedades fotocatalíticas do WO3 obtido através do método poliol

Alberto Gonçalves Vieira de Carvalho Neto, Sandra Regina Rissato, Heloane Andrade Vieira de Carvalho, Silvia Luciana Favaro, Eduardo Radovanovic, Diogo Silva Pellosi, João Paulo Fortes, Dayse Iara dos Santos, Margarida Juri Saeki

Resumo


Esse trabalho mostra uma rota sintética mediada por tetraetilenoglicol (P. E. 325°C) em que utiliza o ácido túngstico, como material de partida.  A formação de uma suspensão estável de cor azul foi observada durante o curso da reação. O tamanho das partículas depende do tempo de síntese, sendo que partículas de tamanho em torno de 400 nm foram obtidas após 15 minutos de reação em tetraetilenoglicol. Os materiais particulados foram então recozidos em diferentes temperaturas: 150°, 350°C, 500°C e 800°C,  e caracterizados por  TGA / DSC, DRX, FT-RAMAN, MEV, Espectroscopia óptica UV-VIS e adsorção de N2 a 77K. Observou-se que a síntese proporcionou WO3 sob fase ortorrômbica que evoluiu para monoclínica após tratamento térmico na temperatura igual ou superior a 350°C. A caracterização morfológica indicou a formação de partículas ovoides quando tratadas em temperaturas em torno de 500°C, temperatura a partir da qual a área superficial diminui drasticamente.  A atividade fotocatalítica para a degradação de rodamina B (rhB, 10 mg.L-1) foi avaliada sob irradiação ultravioleta (6 Watts). Maior atividade foi encontrada para o material tratado a 500°C, sendo que descoramento foi total após 180 minutos na presença de 10 mg desse catalisador.

Palavras-chave: Trióxido de tungstênio, Rodamina B, Fotocatálise, Método Poliol. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.