Propriedades geotécnicas de um solo expansivo tratado com cal

Sergio Carvalho de Paiva, Márcia Alves de Assis Lima, Maria da Graça de Vasconcelos Xavier Ferreira, Silvio Romero de Melo Ferreira

Resumo


Argilas expansivas são consideradas como depósitos problemáticos para obras de infraestrutura porque podem
causar danos socioeconômicos e ambientais, uma vez que são susceptíveis à mudança de volume devido
à variação sazonal da umidade e temperatura. A estabilização da argila expansiva é de interesse para qualquer
edificação. As técnicas de estabilização podem ser mecânicas ou químicas. A cal é um agente estabilizante.
Ensaios de laboratório foram realizados com o objetivo de analisar o efeito da interação da cal com um solo
expansivo de Ipojuca/PE, quando é adicionado cal nas proporções de 1% a 11% em peso seco. Foram investigadas
as características físicas, químicas, mineralógicas, a expansão livre e a tensão de expansão do solo
natural e na mistura solo-cal. Os resultados indicam que o solo tem alta expansividade, podendo causar danos
às edificações levando à demolição, principalmente as de pequeno porte. A adição de cal ao solo causou uma
agregação ou floculação das partículas originais e a redução no índice de plasticidade. O percentual de 11%
de cal hidratada reduziu a expansão livre e tensão de expansão a valores nulos. Isto é atribuído à capacidade
de cimentação do solo tratado com a cal que reduz a tendência de absorção de água das argilas saturadas com
cálcio.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.