Caracterização morfológica de nanocristais de celulose por microscopia de força atômica

Ariana de Souza Moraes, Thais Soares de Goes, Moema Hausen, João Paulo Saraiva Morais, Morsyleide de Freitas Rosa, Aparecido Júnior de Menezes, Luiz Henrique Capparelli Mattoso, Fábio de Lima Leite

Resumo


O isolamento de nanocristais de celulose (CNCs) de fibras vegetais é uma alternativa promissora para sua
aplicação como reforço em matrizes poliméricas. A caracterização dos CNCs é fundamental para a confiabilidade
da técnica, além de determinar as aplicações possíveis a partir de cada tipo de fibra. A partir da técnica
de microscopia de força atômica, um estudo da morfologia e distribuição dos CNCs de semente de manga,
vagem de algaroba, pseudocaule da bananeira e fibra do mesocarpo de dendê foi realizado neste trabalho. Os
CNCs foram obtidos via reação hidrolítica com ácido sulfúrico em concentrações que variaram de acordo
com a fonte da fibra. Os resultados obtidos revelaram dimensões variando de 300 a 500 nm em comprimento
e 4 a 16 nm em diâmetro. A apresentação morfológica em forma de agulha demonstrou que o isolamento das
fibras de celulose em CNCs foi efetiva. A razão de aspecto associada à formação cilíndrica em agulha dos
CNCs isolados evidenciou o alto potencial das fontes de dendê e de vagem de algaroba para o reforço de bionanocompósitos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.