Avaliação do método de obtenção de scaffolds quitosana/curcumina sobre a estrutura, morfologia e propriedades térmicas

Milena Costa Silva, Imarally Nascimento, Vitor de Souza Ribeiro, Marcus Vinicius Lia Fook

Resumo


Pesquisas tem sido realizada com objetivo de combinar propriedades dos materiais com a finalidade de melhorar o processo de regeneração. Portanto scaffolds como sistemas de liberação controlada de fármacos tem sido estudado a fim de proporcionar o crescimento do tecido ao mesmo tempo que a região esteja sendo tratada. Diante disso, essa pesquisa tem como objetivo desenvolver scaffolds de quitosana e avaliar a inserção do fármaco curcumina por meio dos métodos de reação de solução e adsorção visando obter um sistema quitosana/curcumina para liberação controlada do fármaco. Os scaffolds foram produzidos pelo método de agregação de esferas, onde as esferas foram inicialmente obtidas a partir do gotejamento da solução de quitosana e quitosana/curcumina em solução de sulfato de sódio (5%) e posteriormente agregadas pela solução de gelatina (5%). Foram realizadas as caracterizações de espectroscopia no infravermelho com transformada de Fourier (FTIR), microscopia ótica (MO), microscopia eletrônica de varredura (MEV) e calorimetria exploratória diferencial (DSC). Por FTIR sugeriu-se a interação da quitosana com a curcumina. A partir das avaliações morfológicas por MO e MEV foi possível identificar o fármaco no interior das estruturas pelos dois métodos utilizado. E por DSC observou-se para amostra de quitosana/curcumina o desaparecimento do pico de fusão característico da curcumina, indicando assim que a curcumina foi encapsulada na quitosana no estado amorfo, o que provavelmente ocasionará uma liberação mais lenta do fármaco. Dessa forma, constatou-se que as estruturas obtidas são promissoras para o estudo de liberação controlada de fármaco.

Palavras-chave: Curcumina, Quitosana, Scaffolds.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.