Lukács leitor de Dostoiévski

Rodrigo Alves do Nascimento

Resumo


Este artigo analisa a presença do escritor Fiódor Dostoiévski (1821-1881) em dois ensaios do filósofo e crítico literário Georgy Lukács (1885-1871): A Teoria do Romance (1916) e Dostoiévski (1943). Demonstra-se que o escritor russo foi uma preocupação constante na obra do pensador húngaro e é, ao mesmo tempo, um poderoso termômetro para a compreensão do desenvolvimento e dos principais impasses internos à estética do filósofo. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 RODRIGO ALVES DO NASCIMENTO

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

A SLOVO está indexada nos seguintes  diretórios/catálogos/bases de dados:

   

 Cabeçalho da página