O diálogo com as espécies de epos nas Elegias de Propércio

Maria Ozana Lima de Arruda

Resumo


Considerando que o gênero épico possui diferentes espécies, o presente trabalho propõe-se a discutir de que forma Propércio, poeta elegíaco do século I a. C., discorre a respeito de cada uma das espécies e estabelece diferentes relações entre elas e a elegia por ele praticada. Para isso, analisamos a última elegia do seu segundo livro (elegia 2.34) e um grupo de elegias do início do terceiro livro (elegias 3.3, 3.4 e 3.5), nas quais o poeta estabelece diálogo com algumas obras da poesia épica, inicialmente Virgílio, mas deixando entrever a relação com cada espécie, e com isso nos fornece informações que contribuem para a compreensão de ambos os gêneros.


Palavras-chave


Propércio; Poesia elegíaca; Poesia épica; Gêneros poéticos; Espécies épicas

Texto completo:

PDF

Referências


ALFONSI, Luigi. Il giudizio di Properzio sulla poesia vergilliana. Aevum, v. 8, p. 205-221, 1954.

BOUCHER, Jean-Paul. Études sur Properce : problèmes d’inspiration e d’art. Paris: Boccard, 1965.

BARBER, E. A.; BUTLER, H. E. The elegies of Propertius with an Introdution and commentary. London: Oxford, 1996.

CAIRNS, Francis. Propertius 3.4 and the "Aeneid" Incipit. The Classical Quarterly, New Series, v. 53, nº 1, p. 309-311, 2003.

CONINGTON, J. P. Vergili Maronis Opera, vol. I: Eclogues and Georgics. With a commentary by John CONINGTON. London: Whittaker and CO., 1865.

FABRE-SERRIS, Jacqueline. Bucolique et élégie à Rome. Et calami, Pan Tegeaee, tui (Properce, III, 3, 30), Helmantica, v. 151, nº 3, p. 361-372, 1999.

FEDELI, Paolo. Properzio, elegie libro II. Introduzione, texto e comento Paolo Fedeli. Cambridge: Francis Cairns, 2005.

¬¬_______.(Ed.). Propertius. Edidit P. Fedeli. Leipzig: Teubner, 2006.

GOOLD G. P. Elegies. Cambridge and London: Havard University Press, 1990.

HEYWORTH, S. J; MORWOOD, J. H. W. A Commentary on Propertius: Book 3. Oxford: Oxford University Press, 2011.

HORSFALL, N. M. Virgil, Aeneid 3: A Commentary. Leiden: Brill, 2006.

MENDES, João Pedro. Construção e arte das Bucólicas de Virgílio. Coimbra: Livraria Almedina, 1997.

MILLER, John F. Propertian Reception of Virgil's Actian Apollo. Materiali e discussioni per l'analisi dei testi classici, v. 52, p. 73-84, 2004.

O'ROURKE, Donncha. The Representation and Misrepresentation of Virgilian Poetry in Propertius 2.34. American Journal of Philology, v. 132, nº 3 (Whole Number 527), p. 457-497, 2011.

OLIVA NETO, João Ângelo. Dos Gêneros da Poesia Antiga e Sua Tradução em Português. Tese de Livre-docência. Universidade de São Paulo: São Paulo, 2013.

PROPÉRCIO. Elegias de Sexto Propércio. Introdução, tradução e notas de Guilherme Gontijo Flores. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2014.

RICHARDSON, L. Jr., Propertius. Elegies I-IV. Norman: University of Oklahoma Press, 1976.

WISTRAND, E. Miscellanea Propertiana. (Studia Graeca et Latina Gothoburgensia 38). Goteborg: Acta Universitatis Gothoburgensis, 1977.




DOI: https://doi.org/10.25187/codex.v7i1.23394

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Maria Ozana Lima de Arruda

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.