Escritura como Écriture: Intertextualidade em La Cognizione del Dolore de Carlo Emilio Gadda

Fabrizio Rusconi

Resumo


Em La cognizione del dolore de Carlo Emilio Gadda encontra-se a presença de uma intertextualidade que provoca continuamente o leitor por meio das suas múltiplas camadas. Mais do que um pleonasmo vazio, o título da seção “escritura como écriture” nos introduz a uma temática de extrema importância quando o autor estudado é Gadda. A partir dos níveis mais explícitos em que o jogo se mostra, até as camadas mais escondidas e estruturais, o jogo da escritura no texto gaddiano é omnipresente. Em Cognizione será, portanto, possível reconhecer um nível mais explícito e manifesto [exotéricoi], quase sempre estabelecido sobre citações diretasii; um nível mais oculto em que predominam as formas do disfarce paródico [esotérico]; e ainda formas mistas em que os dois tipos se misturam; e fnalmente a transição entre essas formas, propriamente exteriores àquelas estruturais, intrínsecas à escritura em seu valor material e autônomas no que concerne à constituição do signo. Existiria, por fm, um último tipo, a margem do texto propriamente dito e de seu enredo narrativo, disseminado nos espaços geralmente reservados ao comento, ao esclarecimento, ao aprofundamento sobre específcas temáticas e questões cuja natureza, como se verá, é muitas vezes técnica ou erudita. Pertencem a essa tipologia as notas de rodapé, as parentéticas ou digressões, como também as apêndices, as sinopses, os glossários, os incipit e explicit, os prefácios e os posfácios, geralmente incluídos em zonas paratextuais nas quais a provocação da escritura se faz mais explí- citaiii. Por um viés desconstrutivo, tenta-se mostrar de que modo tanto a intertextualidade quanto seu uso paródico tornam-se formas de recalque, de dissimulação, de encobrimento que estruturam as camadas do texto.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.