Narrativas interditadas: feminicidio na obra 2666 de Roberto Bolaño

Sylvia Helena de Carvalho Arcuri

Resumo


Nessa análise busca-se repensar como a literatura pode unir-se a outros campos de estudo, como a sociologia, a filosofia e a economia, para refletir e trazer à tona temas que abordam problemas contemporâneos tais como: os assassinatos (feminicidio) das mulheres na CiudadJuárez e a classe precária dentro de sociedades notadas como “hipercapitalistas”.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.