Avaliação de políticas públicas nas economias dependentes: uma proposta metodológica.

Eduardo Remetente Graciano Geque, Renata La Rovere, Nivalde José de Castro

Resumo


O estudo da avaliação de políticas públicas nas economias dependentes foi desenvolvido com o intuito de analisar as metodologias usadas para a avaliação das políticas públicas nessas economias, através da revisão da literatura. O estudo reforça a ideia de que tanto as metodologias positivistas, como as pós-positivistas da avaliação de políticas são importantes na avaliação de políticas públicas, pelo enfoque diferenciado que cada uma delas faz. Em segundo lugar, propõe que nas economias dependentes o avaliador esteja atento para apurar se não houve influências externas no ato da tomada de decisão sobre as políticas públicas, o que neste estudo se denominou relações informais de poder.


Palavras-chave


Políticas Públicas; Avaliação de Políticas Públicas; Desenvolvimento; Relações Informais de Poder

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAHAMSSON, H. & NILSSON, A. Moçambique em transição: um estudo da história de desenvolvimento durante o período 1974-1992 (1a Edição). Maputo: Padrigu, CEEI-ISRI, 1994.

ACEMOGLU, D., & ROBINSON, J. Por que as Nações Fracassam: as origens do poder, da prosperidadeeda pobreza. São paulo: Elsevier editora Ltda, 2012.

BOBBIO, N. A democracia e o Poder Invisível. In O futuro da democracia: uma defesa das regras do jogo (6a, Vol. 63, p. 171). Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1986

CASTEL-BRANCO, C. N. Dependência de Ajuda Externa Acumulação e Ownership: contribuição para um debate de economia política, 2011. Disponível em: www.iese.ac.mz. Acesso em: 15 Jun. 2018.

CENEVIVA, R., & FARAH, M. F. S. Avaliação, informação e responsabilização no setor público. Revista de Administração Pública, v. 46, n. 4, pp. 993–1016, 2012.

CRUMPTON, C. D., MEDEIROS, J. J., FERREIRA, V. da R. S., SOUSA, M. de M., & NAJBERG, E. Evaluation of public policies in Brazil and the United States: a research analysis in the last 10 years. Revista de Administração Pública, v. 50, n. 60, pp. 981–1001, 2016.

DA SILVA, A. L., & GOMES, A. M. Avaliação educacional : concepções e embares teóricos. Estud. Aval. Educ, v. 29, n. 71, pp. 350–384, 2018. Disponível em: http://publicacoes.fcc.org.br/ojs/index.php/eae/article/download/5048/3636. Acesso em: 20 Jul. 2018.

EVANS, P. Constructing the 21st century Developmental State: Potentialities and Pitfalls. In O. Edigheji (Ed.), Constructing a Democratic Developmental State in South Africa Potentials and Challenges (pp. 37–58). Capetown, South Africa: HSRC Press, 2010.

First Nations Development Institute. (n.d.). Successful Evaluation: Creating SMART Goals and Objectives. Disponível em: https://bit.ly/2ZfsnRC. Acesso em: 20 Jun. 2018.

GEQUE, E. R. G., LA ROVERE, R. L., & DE CASTRO, N. J. The Evolution of the Public Policy for Sustainable Development in Southern African Development Community: The experience of Mozambique. In Innovation, catch-up, and sustainable development (pp. 1–23). Seoul - South Korea: The International Joseph A. Society, 2018. Disponível em: https://bit.ly/31Ww6Bj. Acesso em: 15 Jun. 2018.

GUBA, E. G., & LINCOLN, Y. S. Avaliação de Quarta Geração. São Paulo: Editora UNICAMP, 2011.

HANLON, J. Paz Sem Benefício: Como o FMI Bloqueia a Reconstrução de Moçambique. Maputo: Imprensa Universitária- UEM, 1997.

IMF. International Monetary Fund. EVALUATION OF TECHNICAL ASSISTANCE TO POST-CONFLICT COUNTRIES: MOZAMBIQUE AND RWANDA Prepared. Statistics, 1–44, 2009.

LEJANO, R. P. Parâmetros para avaliação de políticas: a fusão de texto e o contexto. São Paulo: Editora Arte escrita, 2012.

MOYO, D. Dead Aid: Why aid is not working and how there is a better way for Africa. New York: Farrar, Straus and Giroux, 2009.

NIPASSA, O. Ajuda Externa e Desenvolvimento em Moçambique: Uma Perspectiva Crítica. II Conferência Do IESE - DinâMicas Da Pobreza e Padrões de Acumulação Económica Em Moçambique, v. 36, n. 22, 2009. Disponível em: https://bit.ly/2L2ALea. Acesso em: 20 Jun. 2018,

PIMENTA, C. Apontamentos Heterodoxos Sobre a Globalização e Desenvolvimento em África. In Conference paper no 31 (p. 46). Maputo: IESE, 2007.

RODRIGUES, L. C. Propostas para uma avaliação em profundidade de políticas públicas sociais. ARTIGOS INÉDITOS, 8–15, 2008. Disponível em: http://repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/22510/1/2008_art_lcrodrigues.pdf. Acesso em: 15 Jun. 2018.

SACKS, J. D. The End of Poverty: economic possibilities for our time. New York: The penguin Press, 2005.

SECCHI, L. Políticas Públicas: conceitos, esquemas de análise, casos práticos (2a). São Paulo: Cengage Learning, 2013.

SOARES, R. P. Avaliação Do Financiamento Do Banco Mundial Ao Programa De Apoio Ao Pequeno Produtor Rural Do Nordeste ( Papp ). Rio de Janeiro, 1997. Disponível em: https://bit.ly/33LdRQJ. Acesso em: 15 Jun. 2018.

SPINK, P. Avaliação democrática: propostas e práticas (Fundamento). Rio de janeiro: Assiciação Brasileira Interdisciplinar de AIDS, 2001. Disponível em: https://bit.ly/2ZalMUk. Acesso em: 15 Jun. 2018.

STEPHANOU, M. C. Análise Comparativa das Metodologias de Avaliação das Agências de Fomento Internacionais BID e BIRD em Financiamentos de Projetos Sociais no Brasil. Civitas, 5(1), 127–160, 2005. Disponível em: file:///C:/Users/eduar_000/Downloads/Artigo Banco Mundial.pdf. Acesso em: 20 Jun. 2018.

STUDWELL, J. (2013). How Asia Works: success and failure in the world´s most dynamic region. New York: Grove Press, 2013.

Vedung, E. Process Evaluation and Implementation Theory. In Public Policy and Program Evaluation (pp. 209–245). NJ and London, 1997.

W.K.K. Foundation. The Step by Step guide to Evaluation. How to become savvy evaluation consumers. W. K. Kelloggs Foundation, 2017. Disponível em: https://bit.ly/2m7u7qS. Acesso em: 20 Jun. 2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.