Editorial Português.

Lucia Rabello De Castro

Resumo


2017 não pode ser celebrado como um ano favorável para a vida das crianças e jovens latino-americanos. Em muitos destes países o avanço de políticas neoliberais já trouxe, e aprofundará mais ainda, efeitos nefastos sobre a população infanto-juvenil. Essa, conforme estudos que demonstram amplamente o impacto das desigualdades sociais, é a que mais sofre quando a comida é escassa, não existem serviços de saúde, a oferta de educação é de má qualidade e a existência humana dos mais pobres, ao deus-dará, não está amparada por qualquer rede de proteção social. 

Texto completo:

PDF

Referências


DE LA CUADRA, F. Buen vivir: una auténtica alternativa post-capitalista? Polis, n. 40, p. 1-10, 2015.

VIEIRA, F.; BENEVIDES, R. Os impactos do novo regime fiscal para o financiamento do Sistema Único de Saúde e para a efetivação do direito à saúde no Brasil. Nota Técnica, IPEA, Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Brasil, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


NIPIAC – Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa para a Infância e Adolescência Contemporâneas
Universidade Federal do Rio de Janeiro - Campus da Praia Vermelha
Av. Pasteur, 250 – Urca, Prédio da Decania do CFCH
Rio de Janeiro - RJ, Brasil | CEP 22.290-902