A educação domiciliar no cenário brasileiro

Maria Celi Chaves Vasconcelos, Bruno Antonio Picoli

Resumo


Com as restrições às atividades escolares impostas pela pandemia de COVID-19, o recente debate acerca da regulamentação da educação domiciliar (homeschooling) ganhou relevância ainda maior. A entrevistada traz dados de seus estudos que ajudam a esclarecer a demanda por uma legislação que ampare as famílias que por diversas razões venham a optar por essa modalidade de educação. Discute aspectos formais, econômicos e religiosos em jogo, bem como o papel do Estado e da família. Traz informações sobre as peculiaridades do contexto brasileiro em comparação com outros países e com outros momentos históricos. Por fim, enfatiza a necessidade de não se tratar educação escolar e domiciliar como opostas ou excludentes, e que no caso brasileiro, por tudo que a escola representa, o processo de escolarização ainda é fundamental.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


NIPIAC – Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa para a Infância e Adolescência Contemporâneas
Universidade Federal do Rio de Janeiro - Campus da Praia Vermelha
Av. Pasteur, 250 – Urca, Prédio da Decania do CFCH
Rio de Janeiro - RJ, Brasil | CEP 22.290-902