A proposta educativa nas comunidades zapatistas: autonomia e rebeldia

Fernando Rey Arévalo Zavaleta, Gloria Patricia Ledesma Ríos, María Esther Pérez Pechá, Saraín José García

Resumo


O sistema de educação autônoma zapatista que opera nas regiões autônomas dos Altos e na
Selva Lacandona, em Chiapas, México, atende a crianças e jovens no nível básico (primário e
secundário), a partir do olhar do mundo próprio dos zapatistas. Organizados através das Juntas
de Bom Governo, decidem coletivamente o tipo de sujeito que desejam formar. Baseiam-se em
uma relação harmoniosa com o ambiente natural e social, sempre a partir das necessidades
da comunidade e tendo em vista a autonomia e a liberdade. Há pouco mais de vinte anos do
levante armado do EZLN, a formação dos alunos é uma realidade.
Palavras-chave: autonomia, educação, juventude, ideologia, zapatismo.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 DESIDADES - Revista Eletrônica de Divulgação Científica da Infância e Juventude

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

NIPIAC / Instituto de Psicologia - Universidade Federal do Rio de Janeiro
Av. Pasteur, 250 -- Urca, Rio de Janeiro - RJ, Brasil | CEP 22.290-902
+55 (21) 2295-3208 / +55 (21) 3839-5328