Entre o afetivo e o ideológico: as intervenções urbanas como políticas pós-modernas

Henrique Moreira Mazetti

Resumo


“Nosso objetivo final é nada menos do que um outdoor pessoal e singular para cada cidadão. Até o glorioso dia para a comunicação global em que cada homem, mulher e criança possa gritar ou cantar para o mundo em tipos de 100 pt. de seus próprios terraços; até este dia, nós iremos continuar a fazer tudo o que pudermos para encorajar as massas a usarem todas as formas de apreender as mídias existentes e alterá-las da forma que desejarem” (Napier e Thomas).


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29146/eco-pos.v9i2.1086

Apontamentos

  • Não há apontamentos.