O drama epidêmico da dengue: causas,sofrimento e responsabilidades no Jornal Nacional (1986-2008)

Janine Miranda Cardoso, Paulo Vaz

Resumo


O trabalho reflete sobre as relações entre mídia, saúde e política, a partir da análise da cobertu- ra das epidemias de dengue em 1986, 1998 e 2008, realizada pelo principal telejornal brasileiro, o Jornal Nacional, da Rede Globo de Televisão. Distante das abordagens que veem o jornalismo como a transmissão de informações, mais ou menos acurada em função de seus interesses políticos, econômicos e editoriais, interrogamos os dispositivos midiáticos como coprodutores de sentidos sociais. A análise comparativa privilegia a historicidade das operações que tecem as causas, respon- sabilidades e as formas de narrar os sofrimentos, assim como a concepção de justiça social que os sustenta. Argumentamos que em 2008 há um expressivo deslocamento do posicionamento discur- sivo que o telejornal propõe para si e para o telespectador, baseado no binômio risco-segurança. No contexto de esvaziamento da ação política, percebe-se a individualização de responsabilidades e sofrimentos, a idealização do poder da ação do Estado e a hipertrofia do julgamento midiático. 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29146/eco-pos.v17i3.1775

Apontamentos

  • Não há apontamentos.