Corpos Testemunhas, Fluxos Interacionais, Sentidos em Circulação

Kati Caetano, Sandra Fischer

Resumo


Este estudo examina traços/marcas imprimidos em corpos -- subjetais ou objetais -- decorrentes de processos e práticas interacionais. Insere-se no quadro de investigações da semiótica das impressões, como recorte de uma teoria mais geral do corpo e do sentido, que trata: das manifestações figurais de corpos-actantes, convertidos em objetos significantes; dos seus movimentos nos ajustamentos com outros corpos; dos rastros e formas de significar daí derivados. Considerando nos processos comunicacionais a dimensão cognitiva e sensível dos discursos e os papeis mediador e produtor do corpo nas relações significativas, a proposta é discutir como o corpo, cuja relevância tem sido evocada nos diversos campos do conhecimento, e não apenas nas áreas da comunicação e das linguagens, pode se “encarnar” nas formas simbólicas além de constituir ele mesmo formas significantes, criando figuras próprias de manifestação e movimentos interacionais inscritos em diversos níveis de emergência dos sentidos.


Texto completo:

PDF

Referências


ANZIEU, Didier. Le Moi-peau. Paris: Dunod, 1985.

ANZIEU, Didier. Le corps de l´oeuvre. Paris: Gallimard, 1981.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Cascas. São Paulo: Editora 34, 2017.

DIDI-HUBERMAN, Georges. O que vemos, o que nos olha. São Paulo: Editora 34, 2010.

FONTANILLE, Jacques. Corpo e sentido. Londrina: Eduel -- Editora da Universidade Estadual de Londrina, 2016.

FREUD, Sigmund. “Lembranças encobridoras”. In: FREUD, Sigmund. Edição standard das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (Jaime Salomão e Orizon Carneiro Muniz, Trad., Vol. 3, pp. 284-306). Rio de Janeiro: Imago, 1996.

HEIDEGGER, Martin. Ser e tempo. (Edição alemão/português.) Campinas: Editora da Unicamp / Petrópolis: Editora Vozes, 2014.

LANDOWSKI, Eric. Com Greimas: interações semióticas. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2017.

LANDOWSKI, Eric. Interações arriscadas. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2014.

QUERÉ, Louis. O caráter impessoal da experiência. In: LEAL, B. S.; GUIMARÃES, C.; MENDONÇA, C. (orgs.). Entre o sensível e o comunicacional. Belo Horizonte, MG: Autêntica Editora, 2010, p. 19-38.




DOI: https://doi.org/10.29146/eco-pos.v22i1.18020

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.