“É simplesmente diferente para meninas”: Amor e sexo em seriados de teen drama

Lúcia Loner Coutinho

Resumo


Teen dramas como gênero de seriados criados a partir da modernização da narrativa serial televisiva, apresentam espelhos para a reflexão sobre a identidade juvenil contemporânea. Através do enfoque de Kellner (2001) para a análise da cultura da mídia, fazemos neste artigo uma abordagem a um dos eixos centrais sobre os quais tais narrativas são criadas, as primeiras experiências românticas e sexuais de seus jovens protagonistas. Uma das questões que mais se destacam ao explorar este tema é o gênero, e as sutis diferenças e problemáticas que ainda permanecem na representação do romance ou sexualidade adolescente. Percebemos, porém, que tais textos estão longe de mostrarem-se homogêneos quando se trata de tais temas, mas são capazes de produzir diferentes visões, que ora tensionam os tabus culturais ora mostram-se conservadoras. 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.29146/eco-pos.v20i3.3787

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.