Crítica ou opinião? Os casos Anita Malfatti em 1917 e Ateliê do Engenho de Dentro em 1949

João Henrique Catraio Monteiro Aguiar

Resumo


O intelectual pode motivar os movimentos sociais. Mário Pedrosa e Monteiro Lobato foram atores sociais que comprovam este fato; cada qual em um período específico analisado no artigo. Pinçando as posições deles -- antinômicas -- sobre a arte, bem como extraindo um tipoideal de suas críticas às artes plásticas, espera-se poder gerar neste ensaio uma conclusão acerca da relação trina entre obra de arte-crítica de arte-loucura

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Revista Habitus

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.