Em poucas palavras: Instituições Políticas Brasileiras por meio de suas epígrafes

Alice de Oliveira Ewbank

Resumo


O objetivo deste artigo é apresentar um esboço analítico do livro Instituições Políticas Brasileiras (1949), de Oliveira Vianna, a partir das suas epígrafes. Muito utilizadas por Vianna em determinados livros seus, as epígrafes constituem uma "citação por excelência" (no dizer de Compagnon), resumindo claramente as ideias defendidas pelo autor. O poder de síntese da epígrafe avança a proposta elaborada, antecipando ao leitor o conteúdo da sua leitura. Mas além de anunciar, resumidamente, a proposta do texto, a epígrafe de certa forma legitima a tese exposta, pois, enquanto citação, ratifica o que autor expõe como autêntico. Propõe-se, portanto, tomar as epígrafes como um meio para a compreensão da análise sociológica do texto, entendendo-as como recurso metodológico, referencial e anunciador.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Revista Habitus

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.