O espaço ambiental e suas diferentes formas de apropriação: um estudo a partir das relações de poder

Yohanan Sousa Barros

Resumo


O argumento deste artigo se baseia na tentativa de desmistificar o conceito de racismo ambiental em suas múltiplas facetas e desdobramentos, apontando a relação intrínseca existente entre racismo e poder econômico. Aqui a noção de racismo é ampliada e torna-se mais abrangente, transcendendo uma questão de cor. A vulnerabilidade econômica que se impõe de maneira implacável sobre diferentes populações (ditas tradicionais) insere-as em uma lógica capitalista que ameaça o estilo de vida que construíram e a maneira como ancestralmente aprenderam a organizar-se e a extrair da natureza seus bens materiais de existência.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Revista Habitus

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.