Salve-se quem puder! Uma análise das relações entre passageiros e motoristas no ônibus urbano

Luísa Surerus Junqueira de Oliveira

Resumo


Baseado em uma observação participante vivenciada dentro de ônibus urbanos no Rio de Janeiro, pretendo analisar as relações que se estabelecem entre os motoristas dos ônibus e os passageiros, buscando identificar se há tentativas de se posicionarem como superiores ou inferiores dentro do ônibus. Obras de Roberto DaMatta (2010), Gilberto Velho (1994), Howard S. Becker (2009) e Max Gluckman (1986) foram fundamentais como base de minha reflexão.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Habitus

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.