DUAS FORMAS DE AMAR NAS EXPRESSÕES DO MISTICISMO GERTRUDES VON HELFTA E MARGUERITE PORETE

Lygia Teixeira

Resumo


Durante os séculos XIII e XIV encontram-se elementos sócio-históricos que permitem uma melhor compreensão dos papéis atribuídos a mulher dentro de uma ótica eclesiástica. No tocante a uma postura religiosa, a relação com Deus poderia ser alcançada através do hábito de monja ou da atitude laica de uma beguina. Essa pesquisa procurará tratar, a partir de uma perspectiva da História Comparada (THEML & BUSTAMANTE, 2004), baseada nos textos literários, de um aspecto das vivências espirituais de Gertrudes von Helfta (monja, século XIII) e Marguerite Porete (beguina, século XIV) com foco na unio mystica, conceito norteador do misticismo em terras germanófonas, em que a procura por Deus unia duas formas de experiências pessoais com o sagrado.


Palavras-chave


Misticismo; Unio Mystica; Mulheres Religiosas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.