Vozes destoantes, amores impossíveis: algumas anotações sobre “Alice In Thunderland”

Gabriel Dottling Dias

Resumo


O presente artigo visa investigar as imagens sobreviventes do livro Aventuras de Alice no país das maravilhas. Destacando a parti delas a questão do trauma, da memória e do afeto. Em seguida, a partir da leitura do conto “Alice in thunderland”, escrito por Teolinda Gersão e inserido no seu mais recente livro de contos – Prantos, amores e outros desvarios (2016) – pretendemos, por meio do foco narrativo, nos debruçarmos sobre as imagens fantasmáticas que atormentam a vida de Alice Lidell. Assombrada pela representação que fizeram de si quando criança, a personagem de Teolinda narra de forma enviesada a sua versão da história, rasurando a ficção de outrora e expondo seus traumas, tentando corporificar suas memórias e revelando seus conturbados afetos com Charles Dogson.

Palavras-chave


Literatura Portuguesa

Texto completo:

PDF

Referências


BARTHES, Roland. A Câmara Clara. Trad: Júlio Castañon Guimarães. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2015.

BERGER, John. Ways of Seeing. New York: Penguin Books, 2008.

BETTELHEIN, Bruno. A psicanálise dos contos de fadas. Trad: Arlene Caetano. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

CEIA, Carlos. Ecphrasis ou ekphrasis. Acesso em 10 de janeiro de 2020. (https://edtl.fcsh.unl.pt/encyclopedia/ecphrasis/)

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain. Dicionário de Símbolos. Rio de Janeiro: José Olympio, 2009

DIDI-HUBERMAN, Georges. O que vemos, o que nos olha. Trad. Paulo Neves. 2 ed. São Paulo: Editora 34, 2010.

___________. A imagem sobrevivente: história da arte e tempo dos fantasmas segundo Aby Warburg. Trad. Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Contraponto, 2013. (Col. Arte Físsil).

___________. Que emoção! Que emoção? Trad. Cecília Cescato. 1 ed. São Paulo: Editora 34, 2016. (Coleção Fábula).

FAGUNDES, M. G. Uma Rapariga no País das Maravilhas: Mário Cláudio, Lewis Carroll e a tradição portuguesa. Convergência Lusíada, n. 39, p. 16-34, 30 jun. 2018.

GERSÃO, Teolinda. Alice in Thunderland. In: Prantos, Amores e outros desvarios. Porto: Porto, 2016.

MANGUEL, Alberto. Lendo imagens: uma história de amor e ódio. Tradução de Rubens Figueiredo, Rosaura Eichemberg, Cláudia Strauch. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

PAZ, Octavio. A dupla chama: amor e erotismo. Tradução Wladir Dupont. São Paulo: Siciliano, 1995.

SELIGMANN-SILVA, Márcio. História, memória, literatura: o testemunho na era das catástrofes. Campinas: Ed. da UNICAMP, 2006.

SOUZA, Ronaldes de Melo e. A Poética da narrativa de primeira pessoa. In: SOUZA, Ronaldes de Melo e. Ensaios de Poética e Hermeneutica. Rio de Janeiro: Oficina de Raquel, 2010, p. 31-52.

WARBURG, Aby. Histórias de Fantasmas para gente grande: escritos, esboços e conferências .Organização Leopoldo Waizbort. Tradução de Lenin Bicudo Bárbara. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.




DOI: https://doi.org/10.35520/metamorfoses.2020.v17n1a36616

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Metamorfoses - Revista de Estudos Literários Luso-Afro-Brasileiros


Licença Creative Commons
A Revista Metamorfoses utiliza uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


Indexadores e bases bibliográficas:

Google Acadêmico EZBSudoc  Base DRJI WorldCat  Diadorim