O surrealismo dum ocidental

Marlon Augusto Barbosa

Resumo


O poema “Corpo Visível”, do pintor, poeta, ensaísta português Mário Cesariny de Vasconcelos, publicado em 1950, carrega aparentemente entre o seu título e o seu conteúdo uma contradição: por um lado, o título do poema evoca a visibilidade de um corpo; por outro, na leitura de seus versos, percebemos que as imagens que o atravessam, embora possam ser legíveis, não são necessariamente visíveis. A partir de algumas reflexões necessárias para o entendimento da produção poética de Mário Cesariny, estabelecerei uma leitura cerrada do poema, buscando pensar qual corpo – ou que corpus – se tornará legível no poema.


Palavras-chave


Mário Cesariny; Surrealismo; Tradição; “Corpo visível”.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Eugénio de. Antologia breve. Rio de Janeiro: Civilização brasileira, 1983.

BACHELARD, Gaston. O ar e os sonhos. São Paulo: Martins Fontes, 1990.

_____. A água e os sonhos. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

BATAILLE, Georges. Documents. Florianópolis: Cultura e Barbárie, 2018.

BAUDELAIRE, Charles. As Flores do Mal. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985.

BENJAMIN, Walter. “O Surrealismo. O último instantâneo da inteligência europeia”. In: Magia e Técnica, Arte e Política. São Paulo: Brasiliense, 1994.

BLANCHOT, Maurice. “Reflexões sobre o Surrealismo”, “O mistério nas letras”. In: A parte do fogo. Rio de Janeiro: Rocco, 2011.

BLUTEAU, Raphael. Dicionário. Disponível em: http://200.144.255.59/catalogo_eletronico/consultaDocumentos.asp?Tipo_Consulta=Acervo&Acervo_Codigo=1&Setor_Codigo=11

BRETON, André. Manifestos do Surrealismo. Rio de Janeiro: Editora Nau, 2001.

CAMÕES, Luís de. Os Lusíadas. São Paulo: Abril Cultural, 1978.

CESARINY, Mário. A Intervenção Surrealista. Lisboa: Assírio & Alvim, 1997.

VERDE, Cesário. Obra Completa de Cesário Verde. Lisboa: Portugália, 1964.

HOBSBAWM, Eric. A era dos extremos. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

PESSOA, Fernando. Mensagem. Rio de Janeiro: 7Letras, 2008.




DOI: https://doi.org/10.35520/metamorfoses.2020.v17n1a36868

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Metamorfoses - Revista de Estudos Literários Luso-Afro-Brasileiros


Licença Creative Commons
A Revista Metamorfoses utiliza uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


Indexadores e bases bibliográficas:

Google Acadêmico EZBSudoc  Base DRJI WorldCat  Diadorim