A sombra de Clarice Lispector na poéticca de José Eduardo Agualusa

Thiago Cavalcante Jeronimo, Aurora Gedra Ruiz Alvarez

Resumo


O artigo que aqui se materializa tem como objetivo investigar de que forma o escritor angolano José Eduardo Agualusa (1960) se vale do nome e da ficção da escritora brasileira Clarice Lispector (1920-1977) para construir o conto “Se nada mais der certo, leia Clarice”, texto integrante do livro Catálogo de sombras (2003). À luz da concepção de dialogismo postulada pelo Círculo de Bakhtin, dentre outros teóricos, a análise pautar-se-á pela reflexão a respeito da intertextualidade existente na produção ficcional que é corpus deste estudo, bem como pelo refratamento e/ou realocamento da esfera religiosa posta em tensão na narrativa.


Palavras-chave


José Eduardo Agualusa; Clarice Lispector; Dialogismo

Texto completo:

PDF

Referências


AGUALUSA, José Eduardo. Catálogo de sombras. Lisboa: Quetzel, 2017.

ALVAREZ, Rodrigo. Aparecida: a biografia da santa que perdeu a cabeça, ficou negra, foi roubada, cobiçada pelos políticos e conquistou o Brasil. Ed. rev. e ampl. Rio de Janeiro: Globo Livros, 2017.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Tradução Paulo Bezerra. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

______. Problemas da poética de Dostoiévski. 5. ed. revista. Tradução Paulo Bezerra. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2015.

BÍBLIA. Volume I: Novo Testamento; Os quatro Evangelhos. Tradução do grego, apresentação e notas Frederico Lourenço. 1. ed. São Paulo: Companhia das Letras 2017.

CANDIDO, Antonio. No raiar de Clarice Lispector. In: Vários escritos. São Paulo: Duas Cidades, 1970.

______. O direito à literatura. In: Vários escritos. Rio de Janeiro: Ouro sobre azul, 2004.

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain. Dicionário dos símbolos: mitos, sonhos, costumes, gestos, formas, figuras, cores, números. Tradução Cristina Rodriguez e Artur Guerra. Lisboa: Editorial Teorema, 1982.

COSTA LIMA, Luiz. Por que literatura. Petrópolis: Vozes, 1966.

GRABAUSKA, Fernanda. "Não nos resta alternativa a não ser o otimismo", diz escritor angolano José Eduardo Agualusa”, Gaúcha ZH, Porto Alegre, 08 de setembro de 2017. disponível em https://gauchazh.clicrbs.com.br/cultura-e-lazer/livros/noticia/2017/09/nao-nos-resta-alternativa-a-nao-ser-o-otimismo-diz-escritor-angolano-jose-eduardo-agualusa-9890886.html Acesso em: 09 de fev. 2020.

GOTLIB. Nádia Battella. De cuentos reunidos a Todos os contos: especialista em Clarice questiona o critério adotado em recentes edições de obras da autora. Revista CULT, São Paulo, ano 19, n. 214, jul. 2016, p. 58-63.

LISPECTOR, Clarice. A hora da estrela. 18. ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1990.

______. Um sopro de vida. Rio de Janeiro: Rocco, 1998.

______. Uma aprendizagem ou o livro dos prazeres. Rio de Janeiro: Editora Sabiá, 1969.

______. Correspondências. Organização de Teresa Montero. Rio de Janeiro: Rocco, 2002.

______. Água viva. Rio de Janeiro: Artenova, 1973.

OVÍDIO. Metamorfoses. Ed. bilíngue; Tradução, introdução e notas Domingos Lucas Dias; apresentação João Angelo Oliva Neto. São Paulo: Editora 34, 2017.

PIMENTA, Paulo Emílio. As origens do fenômeno religioso: segundo a história, a ciência e a filosofia. Belo Horizonte: Ed. São Vicente, 1980.

SÁ, Olga de. A escritura de Clarice Lispector. 2. ed. Rio de Janeiro: Vozes, 1993.

SPECIAN, Mariana Moura. Aspectos da alegoria no romance Sangue de Coca Cola, de Roberto Drummond. Dissertação de mestrado apresentada ao Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas da Universidade Estadual Paulista, Campus de São José do Rio Preto, 2009. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/99104/specian_mm_me_sjrp.pdf?sequence=1 Acesso em: 09 fev. 2020.

TODOROV, Tzvetan. As estruturas narrativas. Tradução Leyla Perrone-Moisés. 4. ed. São Paulo: Perspectiva, 2006.

VOLÓCHINOV, Valentin. Marxismo e filosofia da linguagem: problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem. 1. ed. Tradução, notas e glossário de Sheila Grillo e Ekaterina Vólkova Américo; ensaio introdutório de Sheila Grillo. São Paulo: Editora 34, 2017.




DOI: https://doi.org/10.35520/metamorfoses.2020.v17n1a37636

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Metamorfoses - Revista de Estudos Literários Luso-Afro-Brasileiros


Licença Creative Commons
A Revista Metamorfoses utiliza uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


Indexadores e bases bibliográficas:

Google Acadêmico EZBSudoc  Base DRJI WorldCat  Diadorim