O MONUMENTO DO REI MEŠA‘ DE MŪ’ABA: O LIAME DOS FATOS ENVOLVENDO MOABITAS E ISRAELITAS DO NORTE NA IDADE DO FERRO II

João Batista Ribeiro Santos

Resumo


Este artigo tem por objetivo apresentar uma contextualização histórica do conflito envolvendo moabitas e israelitas do norte no início da segunda metade do século IX A.E.C., cuja fonte coetânea é o monumento comemorativo das retomadas de cidades por Meša‘, rei moabita. Inserimos a tradução da inscrição monumental nos seus devidos contextos e, por dizer respeito ao acontecimento, apomos camadas literárias da Bíblia hebraica. Visamos reconstruir aspectos das interações socioculturais presentes nos movimentos vitais dos pequenos reinos levantinos, especialmente trocas materiais no campo religioso – linguagem utilizada na inscrição – , mas também da realidade de intensas disputas de terras. Com isso, lembramos os cento e cinquenta anos da escavação da “estela moabita”.

 


Palavras-chave


Levante; antigo Israel; Moab; colonialismo; memória cultural.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26770/phoinix.v25.2.n1

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 João Batista Ribeiro Santos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

INDEXADA POR

 
 
 
 
 
  
 

INSTITUCIONAL

Laboratório de História Antiga - Universidade Federal do Rio de Janeiro

Largo de São Francisco, nº 1, sala 211 A - Centro, Rio de Janeiro - RJ - CEP: 20051070 | Tel: +55 (21) 22210341, ramal 205 | www.lhia.historia.ufrj.br - laboratoriodehistoriaantiga@gmail.com