A EPIGRAFIA JURÍDICA FLÁVIA E OS PROCEDIMENTOS DE INTEGRAÇÃO PROVINCIAL NA HISPANIA ROMANA

Airan dos Santos Borges

Resumo


A produção epigráfica é considerada por nós como um dos ícones mais expressivos do processo de introdução de novos hábitos sociais e políticos no novo contexto promovido pela criação e consolidação do Império Romano. Através dela é possível acessar inúmeras informações sobre variados grupos sociais. No tocante ao grupo dos cidadãos provinciais, especificamente as formas de identificação dos integrantes, as estratégias locais de promoção política, o percurso dos agentes na administração das cidades, as alianças políticas desenvolvidas e as formas de comunicação com a administração imperial configuram-se objetos de pesquisa significativos. Tendo em vista tais reflexões, no presente artigo coloca-se em relevo a contribuição das leges provinciales para o estudo dos procedimentos de integração provincial no contexto do Alto Império Romano. Para tanto, realizar-se-á um breve estudo de caso centrado nas legislações da época Flávia em civitates da Hispania.

Palavras-chave


Império Romano; epigrafia jurídica; elites provinciais romanas; Hispania; integração provincial.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26770/phoinix.v22n5

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Airan dos Santos Borges

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

INDEXADA POR

 
 
 
 
 

INSTITUCIONAL

Laboratório de História Antiga - Universidade Federal do Rio de Janeiro

Largo de São Francisco, nº 1, sala 211 A - Centro, Rio de Janeiro - RJ - CEP: 20051070 | Tel: +55 (21) 22210341, ramal 205 | www.lhia.historia.ufrj.br - laboratoriodehistoriaantiga@gmail.com