DEMIURGO ITINERANTE OU PROFISSIONAL DE CORTE? UMA REAVALIAÇÃO DO AEDO HOMÉRICO

Autores

  • Gustavo J. D. Oliveira Professor da Faculdade São Bernardo e doutor em História Social pela Universidade de São Paulo.

DOI:

https://doi.org/10.26770/phoinix.v22.1n1

Palavras-chave:

Aedos em Homero, poesia oral, sociedade homérica.

Resumo

O objetivo deste artigo é categorizar os tipos de aedos apresentados nos poemas homéricos e pensar a relação destas categorias com os possíveis aedos históricos de períodos identificados como o homérico. Discutiremos, especificamente, a área espacial de atividade dos aedos nos poemas, ou seja, investigaremos se existe uma associação do aedo com um local privilegiado de performances ou se existem aedos itinerantes. O objetivo é demonstrar que o fenômeno não é apresentado homogêneo, mas a partir de inúmeras variações, o que tem consequências para a compreensão histórica da questão.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2020-07-24

Como Citar

OLIVEIRA, Gustavo J. D. DEMIURGO ITINERANTE OU PROFISSIONAL DE CORTE? UMA REAVALIAÇÃO DO AEDO HOMÉRICO. PHOÎNIX, [S. l.], v. 22, n. 1, p. 11–32, 2020. DOI: 10.26770/phoinix.v22.1n1. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/phoinix/article/view/33039. Acesso em: 14 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos