TIPOS CITADINOS NOS ACARNENSES DE ARISTÓFANES

Maria de Fátima Sousa e Silva

Resumo


Na comédia antiga, desde a peça mais antiga que conservamos, determinados tipos cômicos vão-se fixando dentro de uma convenção permanente. Todos eles são, nesta velha fase da comédia, figuras de alcance político. Assim, em Acarnenses, Aristófanes explora o embaixador (Teoro), o poeta (Eurípides), o general (Lâmaco) e o sicofanta (Nicarco), personagens, sem dúvida, em evidência na Atenas do momento. Uma leitura do texto permite verificar a estratégia literária que obedece também a uma estrutura convencional. Mas sob a rigidez dos modelos e processos, o poeta não deixa de ser eficaz e inovador na definição destes retratos.


Palavras-chave


Aristófanes; personagens cômicas; ataque pessoal; representação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26770/phoinix.v21.1.n4

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Maria de Fátima Sousa e Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

INDEXADA POR

 
 
 
 
 
  
 

INSTITUCIONAL

Laboratório de História Antiga - Universidade Federal do Rio de Janeiro

Largo de São Francisco, nº 1, sala 211 A - Centro, Rio de Janeiro - RJ - CEP: 20051070 | Tel: +55 (21) 22210341, ramal 205 | www.lhia.historia.ufrj.br - laboratoriodehistoriaantiga@gmail.com