DIÁLOGO NAS HISTÓRIAS DE HERÓDOTO ENTRE TEORIA E PRAXIS POLÍTICA. TIRANIA E DEMOCRACIA: CONTRASTES E SEMELHANÇAS

Autores

  • Carmen Soares Professora da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (UC).

DOI:

https://doi.org/10.26770/1413-5787_20-1_3

Palavras-chave:

Heródoto, teorização política, práticas políticas, tirania / democracia, servidão / liberdade.

Resumo

Focando a nossa atenção nas duas grandes faces sociopolíticas do exercício do “poder” (arche) na Grécia antiga, que são a “liberdade” (eleutheria) e a “servidão” (douleia), vamos questionar qual a posição de Heródoto sobre as “formas de atuação política” (pragmata) consideradas genericamente como regimes opostos, a saber: o “governo de um só” (em grego, por essa razão, denominado monarchia) e o “governo das massas ou do povo” (celebrizado no termo demokratia). O objetivo do meu estudo será, por conseguinte, demonstrar que Heródoto descreve vários episódios em que se verifica precisamente o inverso, isto é, que o governo de um só lierta, e o governo das massas subjuga.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2020-07-24

Como Citar

SOARES, Carmen. DIÁLOGO NAS HISTÓRIAS DE HERÓDOTO ENTRE TEORIA E PRAXIS POLÍTICA. TIRANIA E DEMOCRACIA: CONTRASTES E SEMELHANÇAS. PHOÎNIX, [S. l.], v. 20, n. 1, p. 25–39, 2020. DOI: 10.26770/1413-5787_20-1_3. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/phoinix/article/view/33091. Acesso em: 25 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos